Pilates no tratamento da Osteoporose


Osteoporose

Osteoporose é uma condição metabólica que se caracteriza pela diminuição progressiva da densidade óssea e aumento do risco de fraturas. Afeta principalmente as mulheres que estão na fase pós-menopausa.


Para entender ...

Os ossos são compostos de uma matriz na qual se depositam complexos minerais com cálcio. Eles estão em constante processo de renovação, já que são formados por células chamadas osteoclastos encarregadas de reabsorver as áreas envelhecidas e por outras, os osteoblastos, cuja função de produzir ossos novos. Esse processo permanente e constante possibilita a reconstituição do osso quando ocorrem fraturas e explica por que a mais ou menos a cada dez anos o esqueleto humano se renova por inteiro.

Porém com o tempo, a absorção das células velhas aumenta e a de formação de novas células ósseas diminui, resultando em ossos mais porosos, e sem resistência. Perdas mais leves de massa óssea caracterizam a osteopenia. Perdas maiores são próprias da osteoporose e podem ser responsáveis por fraturas espontâneas ou causadas por pequenos impactos, como por exemplo um simples espirro.


Causas e fatores de risco

  • História familiar da doença;

  • Sedentarismo;

  • Tabagismo;

  • Consumo de álcool;

  • Baixa exposição à luz solar;

  • Alimentação deficiente em cálcio e vitamina D;

  • Mulheres no pós-menopausa;

  • Asiáticos;

  • Deficiência na produção de hormônios;

  • Imobilização e repouso prolongados;

  • Certos tipos de câncer;

  • Pessoas de pele branca, baixas e magras;

  • Medicamentos à base de cortisona, heparina e no tratamento da epilepsia;

  • Algumas doenças reumatológicas, endócrinas e hepáticas;

  • Doenças de base, como artrite reumatoide, diabetes, leucemia, linfoma.

Os locais mais afetados por essa doença são a coluna, o punho e o colo do fêmur, sendo este último o mais perigoso.



É considerada o segundo maior problema de saúde mundial, ficando atrás apenas das doenças cardiovasculares



SINTOMAS



Além das fraturas nos ossos e quedas, a perda de massa óssea pode provocar os seguintes sintomas:

  • Dor crônica;

  • Deformidades;

  • Perda de qualidade de vida e/ou desenvolvimento de outras doenças, como pneumonia;

  • Redução da estatura;



Cuidado!!! As fraturas de quadril podem levar à imobilização da paciente, e requerer cuidados de enfermagem por longo prazo




Exame Diagnóstico

  • Densitometria óssea

Ele possibilita medir a densidade mineral do osso na coluna lombar e no fêmur para compará-la com valores de referência pré-estabelecidos.

Os resultados são classificados em três faixas de densidade decrescente: normal, osteopenia e osteoporose.




Importante saber...

Segundo um artigo publicado na Revista Brasileira de Reumatologia (2017), todos os pacientes com diagnóstico de osteoporose devem ser avaliados para fatores de risco, antes do início do tratamento para a osteoporose e fraturas, por meio de história e exame físico minuciosos e exames laboratoriais mínimos.

Deve-se intervir sobre os fatores de risco modificáveis, inclusive quanto ao estímulo para a prática de atividade física, abandono do tabagismo, e outros fatores que diminuam a massa óssea, correção de déficits visuais e a implantação de medidas para minimizar o risco de queda como apoios, tapetes antiderrapantes no banheiro, melhorar a luminosidades e cuidados com escadas e degraus.


PREVENÇÃO

As medidas de prevenção contra a osteoporose devem ser tomadas desde a infância e, especialmente na adolescência para garantir a formação da maior massa óssea possível, já que 90% do esqueleto humano estão prontos aos 20 anos de idade. Para isso é importante por em prática três medidas básicas: tomar sol para fixar a vitamina D; ingerir cálcio; fazer exercício físico.

Hábitos que aprendidos na infância, permanecem por todo a vida. Principalmente a atividade física que tem efeito protetor sobre o tônus e massa muscular, melhorando o equilíbrio evitando quedas.


Evite quedas.

Faça Pilates!!!

www.espacochi.com/pilates


TRATAMENTOS E CUIDADOS


Os tratamentos atuais para a osteoporose não revertem a perda óssea completamente. Como a osteoporose é frequentemente diagnosticada somente após a instalação da doença, considera-se que uma das melhores estratégias sejam as medidas preventivas que retardam ou evitam o desenvolvimento da doença.




As principais indicações são:

  • Alimentação balanceada,com atenção para o cálcio dietético (leite e derivados);

  • Uso de medicamentos com cálcio e vitamina D;

  • Exposição moderada ao sol, para que ocorra a síntese da vitamina D;

  • Terapia hormonal (para mulheres);

  • Prática regular de atividades físicas, como:

  • Caminhar e ou correr;

  • Andar de bicicleta;

  • Pilates;

  • Musculação;

  • Hidroginástica


Pilates na prevenção e tratamento da osteoporose


Que o Pilates oferece diversos benefícios nos já falamos aqui no blog, porém nunca havíamos falado sobre como o método pode beneficiar o tratamento de indivíduos com osteoporose.

O método oferece exercícios variados, que respeitam as particularidades, necessidades e capacidades e limites de cada aluno, reduzindo de forma significativa o desgaste físico e emocional.

Aplicado de forma consciente, pelo profissional capacitado, trabalha o equilíbrio, força muscular, a concentração, a coordenação, fatores essenciais para evitar a ocorrência de quedas com risco de fraturas, pois a pratica está baseada no centro de força do corpo humano (CORE), região interna do abdome, que suporta e reforça o restante do corpo, evitando padrões de movimentos incorretos e prevenindo a incidência de lesões.


Principais benefícios do método Pilates para a Osteoporose:

  • Equilíbrio postural;

  • Flexibilidade;

  • Força muscular;

  • Consciência corporal;


Espero que tenha ficado fácil compreender como é importante a prática de atividade física regular e cuidados regulares para saúde do corpo e principalmente neste estudo na prevenção e tratamento da osteoporose.

E como a prática do método Pilates oferece tantos benefícios para o publico idoso, principalmente na parte de equilíbrio, da força e da flexibilidade.


Dra Claudia Pereira

Fisioterapeuta – CREFITO2: 216323-F






Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
Recent Posts