Fascite Plantar


A fascite plantar é uma síndrome dolorosa muito frequente na região plantar do calcanhar. Estima-se que uma a cada 10 pessoas experimentem dor na região subcalcânea ao longo da vida. A síndrome dolorosa miofascial constitui causa comum de dor músculo-esquelética.


Durante o caminhar, na fase de apoio da marcha, ocorre compressão na planta do pé e uma força de tração é gerada ao longo da fáscia.

Quando essas forças são aplicadas sucessivamente, com frequência e intensidade aumentadas, pode ocorrer degeneração progressiva na origem da fáscia plantar, junto à porção medial da tuberosidade calcanear. Esses microtraumas repetitivos na origem da fáscia plantar geram microrrupturas da própria fáscia que resultam em inflamação e dor crônica.


O processo inflamatório pode ocorrer especificamente na origem da fáscia plantar e no tubérculo medial do calcâneo ou pode envolver outras estruturas, como o nervo medial do calcâneo e o nervo do músculo abdutor do quinto dedo. Também pode ocorrer o encarceramento do nervo tibial posterior. A doença é acelerada ou agravada pela falta de flexibilidade, como na retração do tendão calcâneo, pelo excesso de treinamento, fadiga, inextensibilidade fascial e mecânica precária. Se não tratada adequadamente pode gerar deformidades ósseas e musculares progressivas, que limitam a deambulação.


O diagnóstico é essencialmente clínico e tem como base a história e o exame físico. Para um diagnóstico diferencial, exames complementares laboratoriais e de imagem podem ser úteis.

A indicação cirúrgica somente é feita quando os sintomas persistem sem melhoria significativa, após pelo menos seis meses de tratamento conservador.

Em 90% dos casos, o tratamento é conservador.




A Fisioterapia vem inovando e conquistando respeito, por apresentar bons resultados, métodos e técnicas que não só aceleram a reabilitação de pacientes, como também evitam o surgimento e/ou agravamento de inúmeras enfermidades.


Dentre as diversas ténicas a Crochetagem tem se destacado das demais, por acelerar o processo de reabilitação. Segundo pesquisadores, a Crochetagem percutânea ou mioaponeurótica, é um método indolor que favorece a ação mecânica na área inflamada, promovendo uma hiperemia que restabele o tecido danificado com grande eficácia. O alívio da dor é imediato.


Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
Recent Posts